Com humor e singeleza de detalhes, delegado lança terceiro livro

Redação 10/05/2018 Geral
Geral

Todos nós temos aquele livro que é o mais especial de todos que já lemos – e que nos inspira por toda nossa vida. Com os escritores é a mesma coisa, talvez com um pouco mais de intensidade, já que o produto do seu trabalho é o mesmo e isso fica mais latente ainda, quando os relatos são sobre sua profissão.
Prova disso, é o livro ‘Memórias de um Chefe de Polícia’, escrito pelo delegado Adriano Peralta, que será lançado no dia 15 de maio na Livraria Janina do Shopping Pantanal em Cuiabá, das 19 às 21 horas.
O escritor esteve em Tangará da Serra e fez questão de visitar a sede do Diário da Serra, onde falou de sua mais nova obra.
Nela é feita uma abordagem de segurança pública nos seus mais diversos aspectos, numa ótica de dentro para fora das instituições policiais. O autor consegue, através de uma linguagem simplificada, pontuar situações cotidianas do universo policial, com algumas dosagens de humor e singeleza de detalhes.
Além disso, narra fatos marcantes ocorridos em Tangará da Serra, vivenciados bastante de perto pelo delegado, que residiu no Município   de 1999 a 2002 e de 2004 a 2005, além de quatro anos e meio, quando atuou como advogado.
Como exemplo das lembranças vividas, podemos destacar o caso do “Cheirosinho, ocorrido em 2004. “Ele era moreno forte e destemido (...)Escolhia sempre as casas mais suntuosas e abusava do uso dos perfumes roubados- logo ganhou o apelido de ‘Cheirosinho’.  (...) A cidade de 80 mil habitantes entrou em pânico. As ruas ficaram desertas à noite. Recordo-me  de uma reunião na Câmara Municipal para tratar do Conselho de Segurança que teve que acabar  mais cedo, em torno de 19:00 porque os presentes diziam que suas famílias  estavam pedindo para eles  retornarem logo  para casa com medo do ‘Cheirosinho’ que estava solto”, narra um dos capítulos do livro de forma bastante humorada.
Segundo o autor, esse é seu terceiro livro, que dá mostras de que em breve seja necessário fazer a segunda tiragem, tamanha sua aceitação. Além do lançamento em Cuiabá, o livro será também lançado na 25ª Bienal Internacional do Livro, no Anhembi, em São Paulo.

Rosi Oliveira / Redação DS



Notícias da editoria