Exército prende índios que cobravam pedágio há 40 dias na BR-364

Olhar Direto 12/06/2018 Polícia
Polícia

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, 12, a Operação Via Líbero, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Exército Brasileiro, para prender indígenas na etnia Nambikwara, que estavam há 40 dias cobrando pedágio da BR-364, km 1243, em Comodoro.
Na ação, foram empregados cerca de 120 policiais federais e rodoviários federais, incluindo a equipe de choque da PRF. Além disso, a atuação contou com o apoio do helicóptero da PRF e de ambulâncias para atender eventuais feridos.
Foram cumpridas duas decisões judiciais da 1º Vara da Justiça Federal de Cáceres, por meio das quais foi autorizada, além da liberação do tráfego no local, a prisão preventiva de 15 indígenas, bem como, a realização de buscas e apreensões e remoção de todo material utilizado exclusivamente para cobrança ilegal do pedágio.
A operação foi realizada em razão da ocorrência de diversos crimes decorrentes da cobrança de ilegal do pedágio, a qual, por si só, configura o crime de extorsão. Além disso, os ânimos entre os indígenas e a sociedade local têm se exaltado nos últimos dias e crimes mais graves poderiam ocorrer em razão de um conflito iminente.
 Nos primeiros instantes da operação, alguns indígenas foram detidos e veículos apreendidos. Os presos serão encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Cáceres, onde foi instaurado o inquérito policial que deu origem à operação.

 

Notícias da editoria