Sebrae discute piscicultura durante AgroMT

Assessoria 11/07/2018 Rural
Rural

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), marcou presença nesta terça-feira, 10, no AgroMT, primeiro evento técnico de agronegócio de Cuiabá, para discutir a cadeia produtiva da piscicultura. Mais de 200 pessoas, entre piscicultores, técnicos, fabricantes de ração e indústria de beneficiamento participaram da programação.
“Entendemos que a participação do Sebrae, no apoio as palestras realizadas durante a feira, foram fundamentais para proporcionar um ambiente favorável para discussões, repasse de informações e troca de conhecimento para todos os envolvidos. Todos estavam preocupados e ansiosos por notícias e novidades de como será o futuro da piscicultura em Mato Grosso”, avaliou a gestora do projeto de Piscicultura do Sebrae/MT, Valéria Pires.
Na programação, os participantes acompanharam o palestrante Sidnei Gaspar da Cruz, falando sobre o “Mercado de Peixe no Sudeste”. O Paraná é hoje o maior criador de peixe em tanque do Brasil, com uma produção de 112 mil toneladas em 2017. Mato Grosso está em 4º lugar com uma produção de 62 mil toneladas.
Como case de sucesso, o empresário Waldemar Júnior, da Gran Fish contou sua história e inspirou a todos. A segunda palestra “Cadeia Produtiva da Piscicultura – Tecnologia de Produção e Legislação na Nova Lei 10.669/ 16/01/2018", foi ministrada por Francisco das Chagas de Medeiros, da Peixe BR. Foram convidados o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea MT), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e a Empaer vinculada à Secretaria de Assuntos Fundiários (Seaf), para discutir o cenário da piscicultura no estado.
Nesta quarta-feira, 11, o Sebrae/MT volta a programação do evento com a palestra “Energia Solar Fotovoltaica – Conceito e Mercado”, com Lucas Barbosa Moreira do Centro Sebrae de Sustentabilidade.  
O Sebrae atua em todo o território nacional com pontos de atendimento nas 27 unidades federativas. E há mais de 40 anos, promove a competitividade, o desenvolvimento sustentável e o empreendedorismo dos pequenos negócios em Mato Grosso.

Sobre a AgroMT
O evento tem objetivo comercial, além de informações técnicas e qualificação profissional para as principais cadeias produtivas da baixada cuiabana. Esta qualificação acontece por meio do Fórum das Cadeias Produtivas e cursos oferecidos no período por instituições parceiras. Com essa mobilização espera-se levar para o setor produtivo a capacitação necessária, contribuindo assim para o aumento da produtividade, além de geração de emprego e renda. 

Notícias da editoria