Mais de 30 mil pessoas buscam ajuda contra suicídio

Agência Brasil 04/09/2018 Saúde

Atendimentos mensais ultrapassam 2,5 mil em MT

Saúde

Uma pessoa morre a cada 45 minutos de suicídio no Brasil; e uma a cada 45 segundos no mundo. Mesmo considerado como problema de saúde pública pela Organização Mundial de Saúde (OMS), por afetar de forma brutal muitas famílias, o problema ainda é considerado tabu na sociedade.


Durante o Setembro Amarelo, campanha brasileira iniciada em 2015 para alertar sobre os riscos e a prevenção ao suicídio, a proposta é mostrar que existem sinais que identificam pessoas vulneráveis. Mais 90% dos casos podem ser evitados, por isso, ao invés de silenciar, especialistas orientam a falar abertamente e oferecer ajuda quando a pessoa demonstra tristeza crônica, pensamentos mórbidos, agressividade, insônia, isolamento ou outra mudança de comportamento.


Em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) registrou entre 2014 e 2018 um total de 700 suicídios, cerca de 4% em Cuiabá e Várzea Grande, onde houve 33 registros. Neste ano, foram 130 casos. 

Notícias da editoria