Com 27.044 votos, Vander fica com a 1ª Suplência da Câmara dos Deputados

Rosi Oliveira / Redação DS 08/10/2018 Política

O tangaraense se disse bastante satisfeito com o resultado

Em Tangará da Serra  ele teve 19.517 votos

Os eleitores brasileiros compareceram às urnas ontem, 07,  quando escolheram os representantes políticos do País pelos próximos quatro anos. Durante um dia inteiro a população de Tangará da Serra deu um verdadeiro show de ordem e cidadania, quando nenhum eleitor sequer foi detido. Com a firmeza de que sabe o que quer, os eleitores elegeram oito deputados federais, que tinham como concorrentes quatro tangaraenses. Adauton Tuim teve em Tangará da Serra 530 votos e no Estado, 4.414. Carlinhos da Esmeralda teve 765 votos no Município e no Estado, 1219. Já o candidato Rogério Silva, que na última eleição ficou com uma suplência, chegando a assumir uma cadeira na Câmara dos Deputados por  120 dias, teve em Tangará 7.138 votos e no Estado, 16.526 e nesta eleição ficou com a 5ª suplência.


 Mas quem realmente se destacou, até por ser um nome novo na política, sendo essa, sua segunda candidatura, foi o candidato Vander Masson, que teve em Tangará da Serra 19.517 votos e no Estado, 27.044. Com esse saldo, Vander fica com a 1ª Suplência da  sua coligação, apesar de ter sido o mais votado do PSDB. Em entrevista, o tangaraense se disse bastante satisfeito com o resultado e agradeceu os tangaraenses e toda a região por terem confiado em seu nome como uma nova proposta. “É mais um alerta para a nossa cidade de que precisa de uma união. As vezes a gente tem nome bom e, tem potencial, mas não consegue unir. Mas política é isso aí, se divide e deixa as vezes de conquistar uma coisa que poderia ter conquistado. Mas estou muito grato, e mais ainda porque nossa campanha foi modesta em gastos e um governo desgastado,  contra valores altos dos  concorrentes, então a gente tem que estar grato pela confiança. A gente é muito vitorioso”, agradeceu o candidato.
 

Notícias da editoria