PM prende suspeito de participar de morte de tangaraenses

Rosi Oliveira / Redação DS 25/10/2018 Polícia

A motivação seria pelo fato das vítimas serem de facção rival

Na ocasião dois homens morreram e dois ficaram feridos

A Força Tática da capital prendeu na tarde de quarta-feira, 24, Donato Silva Nascimento, de 24 anos, suspeito de ser um dos integrantes da tentativa de chacina ocorrida no início deste mês  em Várzea Grande.


Na ocasião, dois homens foram mortos e outros dois ficaram feridos. No mesmo dia, duas adolescentes de Tangará da Serra foram encontradas mortas no Rio Cuiabá, na região do Bairro Carrapicho.


O suspeito estava morando na comunidade Figueiral, zona rural de Nossa Senhora do Livramento, onde estaria vendendo drogas.


À polícia, Donato confessou que faz parte de uma facção criminosa, mas negou ter participado da chacina.


Ele tem quatro passagens criminais, sendo duas por roubo, uma por homicídio e uma por porte ilegal de arma de fogo.


O suspeito foi abordado e, com ele, foram encontradas três porções de maconha e R$ 100 em dinheiro.


Ele foi encaminhado para a delegacia de polícia para as providências legais e registro do boletim de ocorrência.


Na oportunidade,  Keize Rodrigues, 16, e Lana Talyssa Moreira Bezerra, 13, foram assassinadas. As investigações levaram a polícia até  Thalyson Thiago Taorda Oliveira que foi preso no bairro Cristo Rei e informou que as adolescentes de 13 e 16 anos, eram namoradas de duas das vítimas (uma morreu e outra sobrevivente). Ele contou que na noite anterior, usando o carro Sandero, sequestraram as menores, que estavam na rodoviária de Várzea Grande, e obrigaram as adolescentes a indicar a casa onde os jovens rivais estavam.


Segundo o preso, a motivação estaria relacionada ao fato das vítimas integrarem facção rival e terem cometido uma tentativa de homicídio em Tangará da Serra contra um integrante da facção deles. Com Midia News

Notícias da editoria