Apreensões de drogas batem recorde em Mato Grosso

Matheus Mendes / Sesp-MT 26/10/2018 Polícia

A maconha continua no topo das mais apreendida

Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal

De janeiro a setembro de 2018 as forças de segurança apreenderam 10,8 toneladas de drogas em Mato Grosso. O montante apreendido é um recorde e representa 29% a mais que o mesmo período de 2017, quando foram retiradas de circulação 8,4 toneladas de maconha, pasta base, cocaína e crack. Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).


Se comparar os resultados dos nove primeiros meses de 2014, o salto é ainda maior e chega aos 333%. A maconha continua no topo das mais apreendidas com 5,9 toneladas, seguida pela cocaína com 3,1 toneladas só neste ano. O aumento foi de 27% e 91%, respectivamente.


Outros tipos de drogas como a base e o crack aparecem logo abaixo com 1,6 toneladas e 1,379 quilos, respectivamente, retirados das ruas em todo o estado.


De janeiro ao dia 10 de outubro os entorpecentes apreendidos na fronteira de Mato Grosso com a Bolívia superaram em 31% os números de todo ano de 2017. Neste ano, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu 3,9 toneladas contra 3,041 toneladas do ano anterior.


Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, o fortalecimento das atividades de enfrentamento ao tráfico de drogas resultaram nesses índices. “Nós buscamos fortalecer o enfrentamento ao tráfico de drogas dentro do nosso plano operacional. Isso se trata de uma política pública que buscava também, a partir desse enfrentamento, reduzir índices de homicídios, roubo e outros que têm conexão com o tráfico de drogas”, explicou.

Notícias da editoria