Vacinação deve imunizar 140 mil animais em Tangará

Rodrigo Soares / Redação DS 30/10/2018 Rural

Produtores têm até o dia 30 de novembro para comprar e aplicar a vacina

Campanha inicia no dia 1º de novembro e segue até o dia 30

A partir desta quinta-feira, dia 1º de novembro, os produtores mato-grossenses devem vacinar todo o rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa. A segunda etapa da campanha de vacinação foi lançada nesta terça-feira, dia 30 de outubro, na Fazenda Novapec, localizada no Município de  Rondonópolis. Em Tangará da Serra, a expectativa do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) é que aproximadamente 140 mil cabeças sejam vacinadas durante esse período.


De acordo com o médico veterinário da unidade, Nelson Vicentin, os produtores devem ficar atentos com o prazo para vacinação. “Nessa etapa, serão vacinados bovinos e bubalinos de zero a 24 meses. Os produtores têm até o dia 30  de novembro para comprar e aplicar a vacina, e até o dia 10 de dezembro devem fazer o comunicado da vacinação junto ao Indea”, alertou o veterinário, destacando que nesse período o produtor rural pode aproveitar e já realizar a vacinação contra brucelose, voltada à imunização de bezerras de três a oito meses. “Essas vacinações acontecem em todas as propriedades rurais, lembrando que as duas imunizações são obrigatórias. A gente pede para os produtores não deixarem para última hora, e já providenciarem as vacinações”, alertou o responsável.


Conforme dados do Ministério da Agricultura, as medicamentos para a vacina contra aftosa começam a ser vendidos nesta quarta-feira, dia 31 de outubro. A presidente do Indea de Mato Grosso, Daniella Soares, afirmou ao Canal Rural que o estado se prepara para alcançar o status de livre da doença sem vacinação, em maio de 2021, seguindo o plano estratégico elaborado e divulgado pelo Ministério da Agricultura.
 

Notícias da editoria