Familiares de detentos do CDP fazem protesto pedindo cumprimento de direitos

Tangará em Foco 01/11/2018 Polícia

Empunhando cartazes, as mulheres se aglomeraram em frente ao CDP no início desta manhã

Polícia

Um grupo de mulheres, que são esposas e mães de detentos que estão reclusos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Tangará da Serra, fizeram uma manifestação na manhã desta quinta-feira, 01, pedindo cumprimento de direitos dos reeducandos em relação a vários assuntos como alimentação, visitas e atendimento médico.


Elas também reclamam que os detentos estão sendo alvo de opressão.


Empunhando cartazes, as mulheres se aglomeraram em frente ao CDP no início desta manhã.


Dentre as reivindicações das mulheres, algumas merecem destaque. Elas pedem a transferência de presos de outras cidades, que estão reclusos em Tangará da Serra, pedem mais atenção a saúde dos reeducandos, água gelada e ventilador.


"Levem nossos filhos e maridos de volta! Somos de fora!", diz um cartaz.
"8 meses longe da família, sem água gelada, sem ventiladores", diz outro.
"Queremos direitos", "Queremos conversar como diretor", "Queremos resposta da Sejudh, juízes", "Mais educação, menos opressão", dizem outros.

Notícias da editoria