Com ajuda de moradores, Lions planta 250 mudas

Rosi Oliveira / Redação DS 04/11/2018 Geral

Trabalho de plantio será intensificado esse mês

O plantio aconteceu durante toda a manhã de domingo

Iniciado em 2016, o  Projeto Caminhos desenvolvido pelo  Lions Clube Tangará da Serra, em parceria com o jornal Diário da Serra, realizou no domingo, 05, o plantio de mais 100 mudas de árvores nativas para reflorestamento, doadas pelo Viveiro Municipal, na nascente do Rio Bezerro Vermelho. A quantidade que faltava 150  mudas de árvores de Ipês das espécies roxo, rosa e amarelo, e Pata de Vaca, foram doadas pelo Lions e plantadas, nas proximidades da igreja da Comunidade Bezerro Vermelho.


As mudas de Ipês doadas pelo clube, são provenientes de um trabalho de amor, quando as sementes são recolhidas e feitas então as mudas para o plantio, o que inclusive aconteceu na tarde de sábado, na  Chácara Imperial quando as mudas foram transportadas para os saquinhos que em breve deverão ser integradas ao Meio Ambiente. De acordo com a presidente do Lions Vera Lucy Ramos, o trabalho não para, e esse mês deverá ser intensificado. “Não paramos. Por exemplo, há alguns dias fizemos o plantio das sementes, depois fizemos o transporte para os saquinhos e hoje (ontem)estamos aqui plantando as mudas”, frisou.


“Vamos continuar intensificando as atividades e junto com a comunidade estamos plantando essas mudas e durante todo o mês aproveitando o período chuvoso faremos o plantio e depois continuaremos somente com a manutenção”, destacou a presidente.


O plantio aconteceu durante toda a manhã de domingo e contou com a participação de integrantes do clube e também de moradores da região.


Com a participação de todos os associados do Lions Clube Tangará da Serra e voluntários, o Projeto Caminhos envolve produção das mudas de árvores, plantio e cuidado permanente, assim como a confecção e instalação das placas indicativas.


Projeto lançado em 2016 cresce e fortalece o Meio Ambiente

Em 2017, cerca de mil mudas de ipês foram produzidas e 200 delas plantadas em novembro do ano passado pelo Projeto Caminhos. Destas, 80% estão crescendo com toda a força.


Já neste ano, o processo de produção de mudas iniciou em setembro, logo após a florada dos Ipês, com o recolhimento das sementes, e com a preparação dos saquinhos para germinação das mudas de Ipês Amarelo, Rosa e Roxo e também mudas de Jacarandá e Pata de Vaca.


Proposto inicialmente para identificar as comunidades e vias rurais, o Projeto Caminhos ganhou um formato diferente com a produção e plantio de mudas de árvores. Porém, seu perfil inicial não perdeu o objetivo.


Desde fevereiro de 2016, quando foi apresentado ao Lions Clube Tangará da Serra pelo diretor do Diário da Serra, Mano Reski (também associado), o trabalho de mapeamento das distâncias de comunidade em comunidade, e identificação das vias públicas rurais, assim como a confecção e afixação das placas foi realizado.


Em seu primeiro ano, todas as distâncias dos setores norte e leste do Município foram mapeadas e cerca de 85 placas afixadas na primeira etapa, encerrada em dezembro de 2016. Já em 2017 o projeto seguiu com o trabalho de mapeamento das estradas nos setores sul e oeste, quando aconteceu o levantamento das distâncias.


Em 2018, tão longo aconteceu a florada dos Ipês iniciaram a coleta das sementes que foram plantadas, gerando as mudas que atualmente são plantadas pelo clube, como aconteceu recentemente nos canteiros da cidade e no domingo na Comunidade Bezerro Vermelho.
 



Notícias da editoria