Estado pode inviabilizar reestruturação do Aeroporto

Rodrigo Soares / Redação DS 03/12/2018 Geral

Estado tem até o próximo dia 14 para apresentar o projeto das obras

Aeroporto Municipal corre o risco de não ser reestruturado

Reivindicação bastante antiga de toda a região e, principalmente, pela população de Tangará da Serra, a reestruturação do Aeroporto Municipal tem a evidente possibilidade de não ser concretizada. Isso porque o Governo do Estado tem até o próximo dia 14 para apresentar o projeto básico das obras, data limite estabelecida pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC).
Em questionamento destinado à direção da SAC, o secretário municipal de Infraestrutura, Selton Vieira, perguntou quanto ao andamento dos projetos de reestruturação do aeroporto, oportunidade em que obteve a resposta de que até o presente momento os estudos não foram apresentados pelo Governo do Estado.
“Caso não sejam apresentados até a data limite, o Termo de Compromisso será considerado terminado sem a conclusão do objeto por descumprimento da cláusula, cancelado o empenho e encerrado o processo”, respondeu a direção do SAC. Sendo assim, o município de Tangará da Serra corre o risco de perder R$ 5 milhões do Governo Federal devido a falta do projeto que deve ser apresentado pelo Estado. Segundo o secretário da Sinfra, o Executivo Municipal terá grandes prejuízos caso o cancelamento da reestruturação se concretize. “O município ficou com a responsabilidade de fazer uma avenida de acesso ao aeroporto e a desapropriação de áreas para o Estado fazer as obras. As responsabilidades do município ficam em mais de seis milhões. O município está cumprindo sua parte mas o Estado ainda não apresentou o projeto. Se o recurso for cancelado, representará grande prejuízo ao município, que já está executando sua responsabilidade”, enfatizou o secretário.

Notícias da editoria