Diário da Serra lança 6º fascículo do projeto Memória

Rodrigo Soares / Redação DS 03/12/2018 Geral

Mais de 100 pessoas prestigiam lançamento do livro Memória

Familiares do topônimo Sivaldo José Gonçalves Ferreira

O Diário da Serra completou no dia 11 de Novembro deste ano, 22 anos de fundação. Para comemorar esta importante data, o periódico lançou no último sábado, dia 1º de dezembro, o  sexto fascículo do Projeto Memória, que nesta edição traz um pouco da história de vida de várias personalidades.
O lançamento aconteceu no saguão do Centro Cultural Pedro Alberto Tayano Filho, onde contou com a presença de mais de 100 convidados, entre eles os familiares dos homenageados, autoridades municipais e  patrocinadora e apoiadora Cooperativa Sicredi. De acordo com o diretor geral do Diário da Serra, Mano Reski, o projeto já é concretizado e a cada ano atinge seu objetivo, que é eternizar por meio de livros a história de vida desses homenageados, em agradecimento ao que fizeram pela família, comunidade, bairro, cidade, Estado e até mesmo ao país. “A série de reportagens que compõe esse fascículo foi publicada nas páginas do DS ao longo deste ano e conta a história de 22 personalidades que contribuíram com Tangará da Serra”, relatou o diretor, ao destacar que o projeto Memória já registrou a história de 128 pessoas desde sua criação.
O presidente do Sicredi Sudoeste, Geraldo Wrobel, esteve no lançamento do sexto fascículo e afirmou que um dos princípios da cooperativa é estar próximo da comunidade. “Apoiamos a Educação e o projeto Memória presta grande contribuição para essa área, então estamos juntos nesse trabalho”, relatou Geraldo.
Para Magda Lupi, que é filha do homenageado Antônio Ferreira de Andrade, é gratificante ver o nome de seu pai registrado em um livro. “Isso para nós é motivo de muito orgulho e honra.  É gratificante ver eternizado o nome do nosso pai e a história da nossa família através desse projeto maravilhoso”, afirmou.
O pioneiro João Soares Damacena, que teve sua história contada no Memória, relatou a felicidade em ver sua trajetória eternizada. “Fiquei muito agradecido com esse reconhecimento, não imaginava que teria minha história registrada em um livro. Agradeço de coração ao Diário da Serra”, relatou o homenageado. As histórias do projeto Memória são escritas pela repórter Rosi Oliveira, que retrata a vida de topônimos, e pelos professores Iolanda Garcia e Rodney Garcia, responsáveis por contar as trajetórias de pioneiros ainda com vida.



Notícias da editoria