Obras de escolas estão abandonadas há seis meses

Rodrigo Soares / Redação DS 03/12/2018 Educação

Escolas Hélcio de Souza e Jada Torres estão com as obras abandonadas

Escolas estão sem quadra

As obras para melhorias das Escolas Estaduais Hélcio de Souza e Jada Torres, que seriam as construções de  novas quadras poliesportivas, estão abandonadas há aproximadamente seis meses. A empresa vencedora da licitação e responsável por executar os trabalhos deixou o andamento das atividades após solicitar da Secretaria de Estado de Educação o pagamento do serviço já realizados, pedido que não foi atendido pelo Governo Estadual. De acordo com o assessor pedagógico, Saulo Escariotes, a empresa chegou a desfazer as antigas quadras das duas escolas para iniciar a construção das novas, mas abandonou os serviços. “A empresa retirou os pisos das antigas quadras e queria fazer medição, que é receber pelo serviço prestado. A Seduc entendeu que essa empresa não tinha concluído a primeira etapa e já queria receber. Logo em seguida, a empresa se mostrou desinteressada e abandonou as obras”, explicou o assessor, ao destacar que a expectativa é que seja realizada uma nova licitação para efetivar as construções das novas quadras nas duas escolas.


“A secretaria de Infraestrutura da Seduc nos passou que para esse ano seria impossível fazer a licitação, procedimento que ficará a cargo da próxima gestão”, relatou o responsável.


PETRÔNIO PORTELA- Além das escolas Hélcio de Souza e Jada Torres, a Petrônio Portela também está apresentando problemas para a conclusão da construção de uma nova quadra poliesportiva. Apesar de já estar em avançada etapa, a obra está parada devido a empresa responsável pelos serviços estar aguardando pagamento do Governo do Estado.


“Só falta pintar e cobrir, mas segundo a empresa, o Estado não pagou a empresa (…) que aguarda compensação dos valores para que a obra seja finalizada”, enfatizou o assessor pedagógico.

 



Notícias da editoria