Esposa e filho matam pai degolado e são presos no velório

Folhamax 05/12/2018 Polícia

A vítima Adijalmo Alves da Silva tinha 58 anos

Réu confesso

A Polícia Civil de Marcelândia elucidou um caso de homicídio cometido no último final de semana e identificou o envolvimento de seis pessoas no crime. A vítima Adijalmo Alves da Silva, 58 anos, foi encontrada já sem vida na noite de sábado (1º), na sala de sua residência.


O corpo estava semi decapitado e apresentava lesões provocadas por material perfurocortante. Próximo ao corpo foi encontrada uma faca, com muito sangue, e uma enxada.


Inicialmente, a esposa da vítima e seu filho afirmaram à Polícia Civil que foram a igreja e retornaram cerca de meia hora depois, momento em que teriam encontrado Adijalmo já em óbito. A cena do crime, no entanto, apontava para diversas inconsistências nos depoimentos dos familiares.


O filho, Leandro de Souza da Silva, 18, e a esposa da vítima Araci de Souza, 51, foram presos no domingo durante velório.


De acordo com as investigações, Leandro teria arquitetado a morte do pai junto com sua companheira, uma adolescente de 17 anos. Ele teria contado ainda com a ajuda de dois adolescentes para mostrarem a casa para o homem que executaria o crime [foragido]. Ao que tudo indica Araci, não estava na casa na hora do crime, mas ajudou a apresentar versão falsa sobre os fatos.


Leandro, que é usuário de drogas, confessou o crime e afirmou que possuía um histórico de desentendimentos com o pai motivado pelo comportamento agressivo dele com toda a família.

 

Notícias da editoria