Nove novos profissionais do Mais Médicos iniciaram as atividades em Tangará

Redação DS 05/12/2018 Saúde

Das 15 vagas disponíveis, 11 já se apresentaram a equipe municipal

Saúde

O Ministério da Saúde apresentou na manhã desta quarta-feira, 5, um balanço do número de inscritos no programa Mais Médicos. Dos 34.653 inscritos, 23.951 foram concluídas e 8.405 vagas estavam preenchidas, sendo que 3.276 já se apresentaram ou iniciaram as atividades. 


Em Tangará da Serra, de acordo com o secretário de Saúde, Itamar Bonfim, das 15 vagas disponíveis, 11 se apresentaram a equipe da Secretaria Municipal de Saúde e, desses, nove médicos iniciaram os atendimentos nas Unidades de Saúde da Família. 


Desses que se inscreveram para a função, a Secretaria de Saúde ainda não sabe, ao certo, quantos são estrangeiros, até que os mesmos se apresentem. “Porque não temos acesso às informações pessoais dos inscritos. Porém dos que se apresentaram temos duas médicas estrangeiras, uma cubana e uma salvadorenha”, explica Bonfim, ao destacar ainda que dos nove brasileiros que se apresentaram, seis se formaram na Bolívia e revalidaram o diploma no Brasil. 


MAIS VAGAS - O Ministério da Saúde disponibilizará a partir das 18h desta quarta-feira, 5, as vagas dos médicos que desistiram de ingressar no programa Mais Médicos. Cerca de 200 profissionais já comunicaram aos municípios que não assumirão os postos que selecionaram no edital de convocação, que segue aberto até sexta-feira, 7, para aqueles que possuem registro no Brasil. 


O principal motivo alegado pelos médicos é a incompatibilidade de horário com outras atividades profissionais. O programa exige uma dedicação de 40 horas semanais, em uma equipe de Saúde da Família. Outra parcela de profissionais informou que entrou em residência médica, recebeu nova proposta de trabalho ou teve problemas pessoais.


O edital do programa Mais Médicos é uma seleção para a ocupação de vagas de médicos nos municípios. Assim, como todo processo seletivo, os participantes possuem autonomia em assumir ou não a vaga selecionada. Os profissionais têm até o dia 14 para apresentação nos municípios. Em caso de necessidade, o Ministério da Saúde irá realizar novas chamadas até que complete o quadro de vagas do programa.

Notícias da editoria