Período de chuvas faz números de Dengue subirem em Tangará

Rosi Oliveira / Redação DS 10/12/2018 Saúde

Neste ano, até dia 6 de dezembro, foram 263 casos notificados

Saúde

Com o período de chuva efetivado, as preocupações com o aumento das doenças se instala, por esse motivo a  Secretaria Municipal de Saúde através da Vigilância Epidemiológica divulgou na última sexta-feira, 7, mais um boletim epidemiológico em que aponta dados sobre os índices das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypt.


De acordo com o levantamento, especificamente relacionado a Dengue, que tem como base janeiro a 6 de dezembro de 2018, a doença tem caído no Município, porém já chegou a ultrapassar mil casos. Neste ano, até dia 6, foram 263 casos notificados, mas nem todos confirmados, como informa a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Juliana Herrero, ao pedir que a população continue vigilante e buscando eliminar os criadouros do mosquito que nessa época tem muitas possibilidades de se reproduzir.


“Tivemos 263 casos suspeitos de dengue em residentes de Tangará da Serra, sendo 117 casos confirmados e 143 casos descartados e três ainda em investigação. Todos os casos confirmados tiveram evolução para cura e nenhum caso foi classificado como dengue com sinais de alarme ou grave”, frisou a responsável, no documento, ao destacar que em anos anteriores esses números alcançaram índices de epidemia.


Ainda conforme o boletim, os casos de Zika Vírus foram somente 46. Já os de  Chikungunya, cuja primeira notificação de suspeita foi feita em fevereiro de 2016 e confirmada por laboratório, teve de janeiro a 6 de dezembro, 73 casos notificados, 54 confirmados e 19 descartados.


Além desses três tipos mais conhecidos de doenças causadas pelo mosquito, o levantamento traz o apontamento da Guillain Barré, destacando que neste ano, até o momento, foram notificados quatro casos, um em janeiro (causa ainda indeterminada), três em fevereiro, sendo dois de fevereiro confirmados por infecção por Chikungunya e um por dengue.

 

Notícias da editoria