Maurizan renuncia e Romer Japonês assume vereança

Fabíola Tormes / Redação DS 22/01/2019 Política

Experiente, ele já esteve no legislativo de 2013/2016

Romer retorna à Câmara

O vereador Maurizan de Souza Godoi protocolou nesta segunda-feira, 21, documento renunciando ao mandato de vereador na Câmara Municipal de Tangará da Serra. Em seu segundo mandato, Maurizan entregou o comunicado na Secretaria Geral da Câmara.


No documento, Maurizan justifica “motivos de saúde”.


De acordo com o artigo 88 do Regimento Interno da Câmara, “A renúncia do Vereador far-se-á por ofício dirigido à Câmara, reputando-se aberta a vaga a partir da sua protocolização”. Com o conhecimento do ato unilateral por parte do Poder Legislativo, a Mesa da Câmara deverá convocar o primeiro suplente da coligação “Tangará Pode Mais 1”, Romer Yamashita (PSD).


“Não fui notificado ainda, mas vi pela imprensa que ele protocolou a renúncia (…) vou aguardar a Câmara me notificar, para então apresentar a documentação necessária”, afirma o suplente, que deixará os trabalhos na Prefeitura, onde trabalha como Assessor de Gabinete desde o início e 2017.


Experiente, Romer Japonês já esteve na Câmara como vereador, na legislatura 2013/2016, respondendo inclusive, como Presidente daquela Casa de Leis. “E assim que for notificado iniciarei meu trabalho, nesta nova legislatura”.


Maurizan Godoi foi eleito vereador pela primeira vez em 2012, pelo PMDB, quando recebeu nas urnas 762 votos. Já em 2016 ele se candidatou ao cargo de vereador pelo Partido Social Democrático (PSD), através da coligação PSD / DEM - Tangará Pode Mais 1, sendo eleito por média. Ele contabilizou 1.129 votos. (Com informações da Assessoria)

 

Notícias da editoria