Comprometimento da Aspec garante benfeitorias no Sistema Prisional de MT

Assessoria 15/02/2019 Polícia

Além da segurança, a Associação investiu nas áreas da educação e saúde, dentro do presídio

Na infraestrura da Penitenciaria os investimentos foram inúmeros

O modelo de gestão da Associação do Servidores da Penitenciária Central de Mato Grosso (Aspec-MT), à frente da coordenação da cantina instalada na unidade central, é referência no Estado. A cantina que nasceu da necessidade de oferecer aos visitantes, reeducandos e servidores mais dignidade e humanização em serviços básicos ao cidadão, fornece produtos alimentícios e de higiene pessoal, com preços acessíveis e que não são fornecidos pelo estado.  


Os recursos levantados com as vendas são destinados, exclusivamente, para benfeitorias na penitenciaria. Somente em 2018, de abril a outubro, foram investidos em obras e manutenção mais de R$ 370 mil. “Organizamos o comércio de produtos lícitos não fornecidos pelo Estado. Tudo que é arrecadado é revertido para benfeitorias no sistema penitenciário, bem-estar dos servidores, apenados e seus familiares”, disse o presidente da Aspec, Matheus Noronha.


A Aspec se debruça sobre os problemas do Sistema Prisional e apresentam uma solução que traz ganhos de toda ordem para o Estado, para a Secretária de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT) e, principalmente para a sociedade, tudo isso graças aos recursos que são garantidos através das vendas da cantina. E o servidor tem um papel importante na construção de ferramentas aptas a tornarem a prestação de serviços cada vez mais qualificada.


Sempre pensando em modernizar a segurança do Sistema Prisional, e, ampliar os resultados na prestação dos serviços, a ASPEC, através dos recursos da cantina, já conseguiu adquiriu aparelhos de TV para monitoramento de câmeras internas e externas, compra e instalação de mais duas câmeras, assim como a manutenção das câmeras internas e externas já existentes na unidade, manutenção de viaturas e compra de materiais e manutenção de armamento.


Além da segurança, a Associação investiu nas áreas da educação e saúde, dentro do presídio. Construiu e reformou salas de aula no raio 5 da Penitenciária Central, reforma da escola penitenciária, possibilitou a reforma da enfermaria, aparelhos de ar-condicionado para o laboratório da enfermaria, compra de insumos para a enfermaria (luvas, máscaras, seringas, e entre outros), medicamentos de uso continuo e controlados que não são fornecidos pelo estado, matérias para campanha de vacinação dos recuperandos, investimento em profissionais para as aulas de ginástica laboral, tanto para os recuperandos que desempenham alguma atividade profissional na unidade, como para os servidores, construção e manutenção da horta coletiva com o intuito de manter uma alimentação saudável dos reeducandos e servidores, e entre outros.  


Na infraestrura da Penitenciaria os investimentos foram inúmeros, como por exemplo, a construção de depósito de lixo infectante, construção e pintura do espaço para o raio X na entrada da carceragem, paisagismo em frente à enfermaria, reforma da subestação do gerador de energia, iluminação interna e externa dos raios, construção da entrada para servidores, advogados e oficiais, grades de segurança no fundo dos raios, passarela para os visitantes, reforma de telhados, materiais elétricos, pintura, serralheria, oficina, ferramentas e outros.


A parte administrativa e de assistência social da unidade prisional também foi comtemplada, por meio dos recursos provenientes da cantina, tanto na compra de materiais de escritório, contratação de serviços de motoboy “Vai e Vem” para entrega de exames e atender outras necessidades administrativas, como também investimentos em infraestrutura do local, tais como pintura, reforma de telhado e adequação de espaço, compra de uniformes para instrutores de cursos de formação e de reeducandos.


A renda da cantina também contribui no complemento da alimentação dos servidores da unidade, bem como dos plantonistas do Pronto Socorro Municipal de Cuiabá.


Para o agente penitenciário, Ahmenon Lemos Dantas, existe uma diferença notória do Sistema Penitenciário, antes e depois da Aspec. “A mudança é evidente, tanto na estrutura física, como na humanização do ambiente de trabalho. Hoje os agentes trabalham com mais dignidade. Os banheiros e alojamentos para os agentes eram precários, faltavam materiais básicos de trabalho, para se ter uma ideia faltava água e café. O ambiente era insalubre e hoje a Aspec supri todas essas necessidades. Atualmente temos, através da Aspec, segurança jurídica, condições de trabalho, ambiente humanizado, materiais, alimentação para os servidores e detentos, uniformes, e entre outros. Mas o mais importante de tudo é dignidade e a confiabilidade”, pontuou.


Segundo Ahmenon a profissão do agente é uma atividade de risco e o mínimo que precisam é segurança e um ambiente de trabalho salubre. “A pressão é grande, então a nossa preocupação não deve ser se amanhã vai ter material de trabalho, se vai ter água ou café. Temos que estar com a mente tranquila para cuidar das nossas atribuições, conforme nos comprometemos a faze-la”, admoestou o agente penitenciário.


Para finalizar, o agente parabenizou a atual diretoria da Aspec e as passadas pelo comprometimento com a categoria, reeducandos e seus familiares. “Parabenizo a atual diretoria e as que passaram, pela coragem, dedicação e comprometimento. A Aspec é o braço do Estado, vai além do que é de sua competência. Nós agentes somos gratos por essa administração”, finalizou.


É muito gratificante estar à frente de algo como a Aspec, devido às grandes melhorias que ela é capaz de trazer para o sistema penitenciário e saber que faço parte disso diretamente. Em 2018 atendemos a nossa unidade com diversas obras e manutenção, a reforma da enfermaria e do raio 05 foram as maiores obras, mas foram diversas outras como a horta, a cobertura do prédio da Administração e a contínua manutenção da unidade, e a aquisição constante de materiais para a enfermaria possibilitando o atendimento digno aos reeducandos. Em 2019 esperamos melhorar ainda mais a unidade, atualmente estamos com a obra de ampliação do refeitório dos Agentes penitenciários e readequação no corpo da guarda já para serem entregues nos próximos meses e esperamos ainda dar início a tão sonhada construção do novo prédio do setor administrativo.

Notícias da editoria