Índice de infestação do Aedes aegypti reduz 44% em Cuiabá

G1 MT 19/02/2019 Saúde

O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti reduziu 44% no mês de janeiro, em Cuiabá. A informação foi divulgada nessa segunda-feira (18) pela Prefeitura de Cuiabá.

 

De acordo com o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), que avalia o risco de transmissão do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, o índice de infestação diminuiu 44,6% em janeiro deste ano, em comparação a janeiro de 2018.

 

O primeiro LIRAa de 2019 foi realizado no período de 7 a 11 de janeiro, no qual foram inspecionados 11,1 mil imóveis.

 

Ainda de acordo com a pesquisa, os bairros que apresentam alto índice de infestação são 1º de Março, Altos da Glória, Nova Canaã I, Jardim Umuarama, Pedra 90 I, Pedra 90 II, Voluntários da Pátria, Jardim Gramado, Parque Atalaia, Novo Terceiro e Santa Isabel.

 

Os números do LIRAa neste começo de ano apontam uma situação de alto risco para transmissão e epidemia de dengue, zika vírus e chikungunya.

 

O Índice de Infestação Predial (IIP) do município teve variações de 2,2 a 14,6.

 

Na pesquisa, 15,4% dos estratos estão em situação de alto risco (8,0 a 15,9), 61,6% em risco (4,0 a 7,9) e 23 % em alerta (1,0 a 3,99), segundo categorização estabelecida pelo Ministério da Saúde.

Notícias da editoria