“Os estudantes de todo o país fazem parte de uma mesma classe”, se solidarizam os tangaraenses

Fabíola Tormes / Redação DS 13/03/2019 Educação

A UTES emitiu ‘Nota de pesar’ pelo massacre em São Paulo

Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano

A União Tangaraense dos Estudantes (UTES) emitiu ‘Nota de Pesar e Repúdio’ ao massacre ocorrido na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, que deixou 10 pessoas mortas, nesta quarta-feira, 13. 


Guilherme Taucci de Monteiro, de 17 anos, e Henrique Castro, de 25 anos, mataram oito pessoas e em seguida cometeram suicídio. Eles eram ex-alunos da escola Raul Brasil, segundo informou o secretário de Segurança Pública de São Paulo, João Camilo Pires de Campos. Outras oito pessoas ficaram feridas.


“Os estudantes de todo o país fazem parte de uma mesma classe e sentem a imensa dor e pesar, somos uma classe que tem em sua origem o dever de apoio mútuo e contínuo entre nossos pares, pois é apenas através de muita luta que conquistaremos uma educação de qualidade e, que venceremos as barreiras e os retrocessos a nós impostos”, manifestou-se o presidente da entidade tangaraense, Maycon David Caetano.


Ainda em nota à imprensa, a UTES manifestou sua preocupação com o ambiente escolar como um todo. “Nesse sentido, reafirmamos estar comprometidos com as instituições tangaraenses, bem como, com o Poder Público local a fim de discutir, debater e encontrar meios viáveis para o desenvolvimento de um ambiente escolar cada vez mais democrático e seguro para nossas crianças e jovens”.


NOTA DE PESAR E REPÚDIO


A UTES – União Tangaraense dos Estudantes vem a público manifestar o seu pesar e veemente repúdio ao massacre ocorrido na escola Raul Brasil no município de Suzano, Estado de São Paulo, em que segundo informações preliminares da autoridade policial daquele estado dois homens em posse de um revólver calibre 38 e ao que parece uma arma branca, ceifaram a vida de estudantes. Os estudantes de todo o país fazem parte de uma mesma classe e sentem a imensa dor e pesar, somos uma classe que tem em sua origem o dever de apoio mútuo e contínuo entre nossos pares, pois é apenas através de muita luta que conquistaremos uma educação de qualidade e, que venceremos as barreiras e os retrocessos a nós impostos. Nesse particular, é importante ressaltar que a escola estadual Raul Brasil possui um índice de aprovação no IDEB - Índice de desenvolvimento da Educação Básica (dados do Ministério da Educação de 2017) de 5,7, portanto, acima do índice base da educação do Estado de São Paulo que é de 5,8, o que demonstra que a instituição e seus funcionários, mas acima de tudo  os seus estudantes (pois, sem estudantes não há escolas) sempre se mantiveram pautados pela incessante busca pela qualidade. Assim sendo, como sempre se mantiveram firmes e fortes frente as adversidades da rede de educação pública no brasil, também acreditamos que atravessarão esse trágico momento e seguirão adiante ainda mais fortes e aguerridos. A UTES manifesta ainda a sua preocupação com o ambiente escolar como um todo, em que muitas vezes os alunos necessitam de orientação psicológica e não encontram, dada as adversidades dos novos tempos (depressão, Bullying e outros). Nesse sentido, reafirmamos estar comprometidos com as instituições Tangaraenses, bem como, com o Poder Público Local a fim de discutir, debater e encontrar meios viáveis para o desenvolvimento de um ambiente escolar cada vez mais democrático e seguro para nossas crianças e jovens. Por fim, ressaltamos que repudiamos o decreto presidencial nº. 9685 de 15 de janeiro de 2019 (ainda que não haja até o momento vinculação a sua posse ou nesse caso o porte da arma utilizada no referido massacre) que permitiu a flexibilização das armas de fogo no país, haja visto que, tal decreto não contribui para a segurança nas Instituições de Ensino Brasileiras, lado outro, servindo apenas como um meio facilitador de acesso as armas  de fogo, e consequentemente abrindo brechas para que outros massacres possa vir a ocorrer, a exemplo de outros países. Assina a presente nota de pesar/repúdio representando a Diretoria Executiva da União Tangaraense dos Estudantes, o Presidente da Entidade Maycon David Caetano.


Tangará da Serra-MT., 13 de março de 2019.
 

Notícias da editoria