Bastidores da Política

Redação DS 12/05/2018 Bastidores da Politica

Preso

O ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que é primo do governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), era responsável por manter contrato em um esquema de fraudes no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). Ele foi preso durante a Operação Bônus, que investiga o desvio.

Judicial

“Os primos do atual governador tomaram parte da organização e iniciaram a solicitação de recebimento de propina em razão do cargo público que futuramente Paulo Taques viria a ocupar”, diz o magistrado na determinação judicial.

Suspensa

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou que a Prefeitura de Cuiabá suspenda os pagamentos relativos ao contrato 324/2017, no valor de R$ 4,1 milhões, celebrado com a empresa JAM Soluções Prediais Ltda. O contrato foi firmado por meio de dispensa de licitação.

ICMS

O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, cumpriu esta semana uma agenda de reuniões em Brasília para tratar da regulamentação da Lei Kandir, que dá isenção de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aos produtos primários de exportação, como soja e milho.

RGA

A prefeitura de Nova Mutum encaminhou à câmara o projeto de lei que trata do Reajuste Geral Anual (RGA) para os servidores, de 2,5%. Se aprovado na próxima sessão, marcada para o dia 14, o percentual será concedido na folha salarial deste mês.

Taques diz “não ser Deus” para zerar problemas da Saúde

O governador Pedro Taques (PSDB) fez um “mini balanço” das ações realizadas na saúde pública do Estado durante a sua gestão e reconheceu que o Governo ainda precisa avançar nesta área. O chefe do Executivo pontuou, no entanto, que não tem condições de resolver todos os problemas, já que, segundo ele, muitas ações deixaram de ser realizadas nas gestões passadas e algumas áreas acumulam déficit de 50 anos.

Notícias da editoria