MT tem sete mortes confirmadas por H1N1

Redação DS 21/05/2018 Saúde
Saúde

Mato Grosso já registra sete mortes por gripe influenza apenas este ano, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT). As causas foram confirmadas por meio de exames laboratoriais. Outros 26 óbitos seguem em investigação.
De acordo com o governo, das sete mortes confirmadas: uma ocorreu por influenza A não subtipado; três por influenza A H1N1; duas por influenza A/H3 Sazonal; e uma por influenza B. Ainda houveram 16 mortes registradas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).
A primeira pessoa vítima do vírus morreu em Cuiabá. Outras mortes foram confirmadas em Várzea Grande, Tangará da Serra e Sorriso.
Em Tangará da Serra, uma mulher de 36 anos, morreu no dia 8 de abril. O laudo apontou que ela estava com influenza B. Em Sorriso, a professora Camila Ramos de Souza, de 29 anos, morreu no dia 15 de abril e os exames apontaram que ela estava com o vírus H1N1.

G1 MT

Notícias da editoria