Curtas

Redação DS 28/05/2018 Curtas

Coleta de lixo pode ser afetada em Tangará

Os serviços de coleta de lixo em Tangará da Serra correm o risco de ser afetados em decorrência da paralisação dos caminhoneiros no Brasil. Isso é o que prevê o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). À reportagem do Diário da Serra, o gerente operacional da autarquia, Hugo Moreno, afirmou que apesar da coleta estar sendo realizada de forma normal, a previsão é que até a próxima quarta-feira, 30, o serviço seja comprometido. “Já em relação a coleta do Recicla, acreditamos que até amanhã o trabalho seja afetado”, relatou o gerente operacional do Samae.

Combustível

Os postos de combustíveis de Tangará já foram atingidos pela greve dos caminhoneiros. A maioria encontram-se fechados, pois os caminhões que prestam abastecimento estão parados nos bloqueios. Além disso, proprietário de mercados estão apreensivos com a possibilidade do setor também ser atingido.

Adesão

Apesar da greve dos caminhoneiros já ter atingido alguns setores, o movimento ganhou o apoio da população de todo o país, e em Tangará da Serra a adesão não foi diferente. Na última quinta-feira, por exemplo, uma enorme passeata pró-movimento aconteceu no município, contando com o forte apoio dos comerciantes.

Feira

A reportagem do Diário da Serra visitou neste final de semana a Feira do Produtor para verificar se o setor da também foi atingido pela greve dos caminhoneiros. Com os preços normais, as vendas não foram comprometidas e,  conforme os feirantes, a previsão é que o setor não seja afetado.

Notícias da editoria