Prazo para alistamento e transferência termina amanhã

Redação 08/05/2018 Política
Política

Termina nesta quarta-feira, dia 9 de maio, o prazo para requerer os serviços de alistamento (1º via do título eleitoral) e transferência de domicílio. Nesta data acontece o fechamento do cadastro nacional de eleitores.
Além disso, o eleitor que estiver com a situação irregular com a Justiça Eleitoral também tem até amanhã, 9, para procurar o Cartório Eleitoral e requerer a regularização. “Os prazos que se encerram nesta quarta-feira são três: alistamento, transferência e regularização de título cancelado, daqueles eleitores que ficaram mais de três eleições consecutivas sem votar e justificar. Então é importante que a população fique atenta”, reforça o chefe de Cartório da 19ª Zona Eleitoral, Luis Gustavo Romko, ao lembrar que no caso específico àqueles que tem multa com a Justiça Eleitoral, é importante ficar atento ao horário de atendimento do Banco do Brasil, para pagamento da multa também até no máximo quarta-feira.
Para facilitar o acesso dos eleitores nestes últimos dias, o Cartório Eleitoral de Tangará da Serra está funcionando em horário especial, das 8h às 18h. “Estamos desde a semana passada trabalhando com o horário estendido e assim ficaremos até quarta-feira”, explica, ao destacar que o Cartório Eleitoral, nestes últimos dias, está recebendo em média 250 pessoas por dia, um número bem acima dos dias normais de atendimento, que giram em torno de 30. “Realmente a população deixou para a última hora e tumultua todo o atendimento”, afirma, ao destacar ainda, que quem perder o prazo só poderá fazer a alteração após as eleições, valendo apenas para os próximos pleitos.
BIOMETRIA - A coleta de dados biométricos em Tangará da Serra não é obrigatória. O trabalho está sendo feito por demanda, diferentemente de outras cidades. “É importante frisar aos eleitores de Tangará da Serra que a biometria não é obrigatória. Portanto, se não precisam fazer a regularização ou transferência de domicílio, não há necessidade de procurar o cartório nestes dias, evitando um tumulto ainda maior”.

Fabíola Tormes / Redação DS



Notícias da editoria