BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 26 de junho de 2017.  
Tangará da Serra - MT


Em 17/06/2016
Mais de 30 propriedades rurais de Tangará serão fiscalizadas


Setor da soja é o mais produtivo em Tangará da Serra, onde contém 84.609 hectares correspondentes da safra 2015/2016


Desde a última quarta-feira até o dia 15 de setembro, Mato Grosso passa pelo período conhecido como vazio sanitário, em que fica proibido o plantio de soja. Estabelecida pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), a medida tem como objetivo prevenir e controlar a ferrugem asiática, doença que ataca a lavoura e causa prejuízos aos produtores. Em Tangará da Serra, município onde existem 166 propriedades rurais cadastradas pelo Indea, a expectativa é que aconteça fiscalização em pelo menos 20% das áreas, o que corresponde a 33 fazendas.
De acordo com a Agrônoma do Indea, Vanusa Santos Lima Ribeiro, neste período não pode haver nenhuma planta viva de soja cultivada ou guaxa (germinação voluntária).
“A finalidade do vazio sanitário é atuar como redutor do inóculo da ferrugem asiática na safra seguinte. Apesar da meta da fiscalização ser em no mínimo 20% das propriedades aqui em Tangará da Serra, a expectativa é que que a gente consiga realizar mais ainda”, comentou a agrônoma, ao destacar que o município contém 84.609 hectares de área de soja plantada correspondentes da safra 2015/2016.
Com o setor da soja em alta em Tangará da Serra, a fiscalização das plantações será priorizada em áreas de irrigação, áreas úmidas e de várzea, e em propriedade onde foi realizado plantio tardio ou replantio devido a prorrogação da data para a colheita da safra 2015/2016. A estimativa é que no mínimo 30% dos fiscais do Indea realizem a atividade, devido ao período de greve dos servidores. “Contudo, a gente pede aos produtores que não esperem notícias da greve para depois ir fazer a destruição das plantas. Estamos no período que não pode mais haver plantio de soja, e isso deve ser devidamente seguido”, alertou a agrônoma, informando ainda que a multa para quem descumprir o período é de 30 Unidade Padrão Fiscal (UPF-MT), mais 2 UPF por hectare de planta não eliminada. Denúncias quanto ao descumprimento da medida podem ser feitas na Ouvidoria Geral do Estado pelo endereço eletrônico: www.ouvidoria.mt.gov.br/mensagem.php
A ferrugem asiática da soja é uma doença causada pelo fungo Phakopsorapachyrhizi, que precisa do hospedeiro vivo para obter seu alimento, por isso, é necessário eliminar toda planta de soja viva. A doença provoca a desfolha precoce da planta, o que impede a completa formação dos grãos e, consequentemente, gera redução na produtividade.


>> Rodrigo Soares - Redação DS




Compartilhe:


notícias da editoria
20/06/2017 - Produtores devem se adequar ao novo Cadastro Ambiental Rural
A transição do Sicar, nacional, para o Simcar, estadual, vai exigir que 113,5 mil imóveis rurais passem por atualização no cadastramento
15/05/2017 - Safra de cana tem queda de 40% na moagem
Queda se explica pela menor quantidade de usinas funcionando em relação ao ano passado
15/05/2017 - Tangará da Serra é “polo de fruticultura”, afirma Ander Santos
No evento, foi lançada a ‘Cartilha do Fruticultor: cultivo da goiabeira’, Dados do cultivo da planta em Mato Grosso são animadores
25/04/2017 - Tangará sedia encontro que discutirá a agricultura familiar
Evento acontecerá nesta quinta, 27, no auditório da Unemat
11/04/2017 - Leilão de Gado tem lote para Hospital de Câncer
O hospital fica localizado em Cuiabá
13/03/2017 - Feira Itinerante estimula produção em maior escala

24/02/2017 - Jornada Técnica abordará novas tecnologias e manejo de doenças
A programação inclui visitas a campo, com apresentações de cultivares
23/02/2017 - Entrega de kit de inseminação bovina
A entrega aconteceu na sede da Associação
16/02/2017 - Chuva em Campo do Novo do Parecis preocupa produtores rurais
Nível da água diminuiu, mas , com a continuidade das chuvas, colheita fica inviável
16/02/2017 - Chuvas devem comprometer a safrinha, avalia presidente do Sindicato Rural
Atraso na colheita impacta na qualidade dos grãos e também na safrinha de milho
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
24/06/2017 - GERAL
Miss Tangará representa beleza da mulher tangaraense em Cuiabá

24/06/2017 - SAÚDE
Mais de 119 mil meninos devem ser vacinados

24/06/2017 - ESPORTES
Copa 100% Negro e Amigos terá dois jogos hoje

24/06/2017 - ESPORTES
Estadual de futebol americano tem final inédita neste domingo

24/06/2017 - POLÍCIA
Idoso é preso por agredir ex-mulher de 35 com martelo

24/06/2017 - POLÍCIA
“Gata do crime” tem Bolsa Família bloqueado após 2ª prisão

24/06/2017 - POLÍCIA
Preso homem acusado de molestar enteadas

24/06/2017 - POLÍCIA
Em busca contra servidor do TCE, Gaeco desarticula rinha de galo

24/06/2017 - MEMÓRIA
Dona geralda: entretantos, a esperança

22/06/2017 - POLÍCIA
Mais de 150 quilos de drogas são incinerados em Tangará

22/06/2017 - GERAL
Curso de Adoção para a Rede e habilitados acontece em Tangará

22/06/2017 - GERAL
76% dos empresários presentes em assembleia são contra Zona Azul

22/06/2017 - GERAL
Adalto de Freitas mostra insatisfação em relação aos pedágios

22/06/2017 - GERAL
Fabio Brito cobra implantação de oficinas culturais nos bairros

22/06/2017 - GERAL
OAB promove palestra sobre combate às drogas

22/06/2017 - GERAL
Sala da Mulher entrega 4 toneladas de alimentos

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso