BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 21 de setembro de 2017.  
Tangará da Serra - MT


Em 04/02/2017
Carlos Tayano, aquele que fez um sonho virar realidade


Carlos Tayano e Netos


Assim como quase todos os pioneiros que contribuíram para a fundação e  crescimento de Tangará da Serra, foi Carlos Tayano, que chegou ao município pelos idos de 1960.
Já casado com Palmira Moreschi Tayano, pai de quatro filhos, era morador de Tupã, estado de São Paulo, e ouviu falar do Mato Grosso. Juntamente com dois amigos, decidiu vir conhecer a região e encantou, realizando de imediato a compra de uma gleba, hoje denominada, Boa Vista, medindo cinco mil hectares, pertencente ainda à época, à comarca de Rosário Oeste.
Passados cerca de dois anos, os amigos resolveram vender as propriedades e Carlos Tayano decidiu por adquiri-las.
Mas o comportamento aventureiro e destemido do pioneiro, o levou a desbravar novos horizontes, quando em companhia dos filhos, ainda crianças: Celso, Valquencir e Pedro Tayano, veio para esta região formar uma fazenda, onde decidiu investir na lavoura do café.
Para formar a fazenda, trouxe de Tupã várias famílias em seu próprio caminhão, onde móveis, pessoas e animais foram acomodados e passaram dias na estrada, até chegar ao pé da serra, onde demoraram vários dias para transportar a mudança para cima da serra.
Famílias inteiras, que mesmo diante de todo sofrimento e dificuldades foram guerreiras e jamias abriram mão do sonho de um lugar melhor para os seus, levando a ainda inexistente Tangará a se desenvolver é tornar-se a cidade pujante que hora se apresenta.
Com a dificuldade de tudo,  as mudas de café, bem como  mercadorias eram trazidas de Tupã para suprir as necessidades dos moradores.
Com o passar do tempo, o café foi crescendo, o arroz e outros cereais foram sendo cultivados, para o sustento das várias famílias, Carlos decide então, desmembrar uma parte das terras para formar um patrimônio, hoje denominado, Distrito de Progresso, passados 53 anos.

Um visionário que sabia se dividir muito bem entre seus sonhos

Para viver aqui, Carlito, como era chamado e a esposa tiveram que abrir mão de muitas coisas, inclusive de ver o crescimento dos filhos menores, que foram deixados com familiares para estudar em sua cidade, enquanto os pais labutavam aqui, na fazenda denominada Tuiuti, próximo ao Progresso, onde passavam até seis meses por ano.
Carlos era visionário e além da fazenda aqui na região, possuía em Tupã um alambique, indústria de pinga. Sendo assim, se dividia, seis meses lá, tocando a fábrica e seis meses aqui, labutando na fazenda.
Com a ausência necessária, aqui deixou Mané Padre, responsável para realizar a venda dos lotes, no Progresso.
Com os filhos formados, ainda em Tupã decide com eles, e  tornam-se revendedores dos produtos Brahma. A expansão dos negócios foi espetacular e dominaram por muito tempo, vários municípios, como Tupã, Osvaldo Cruz e Dracena.
Os anos passavam, os negócios prosperavam, mas a saúde de Carlos e Palmira dava sinais de desgaste. Nessa época, o filho, Pedro Alberto Tayano, que estudava no colégio para formação de padres, Dom Bosco, decidiu não mais seguir com os estudos e mudou-se para cá, decidido definitivamente a cuidar dos negócios da venda dos loteamentos no Progresso e mais tarde se casou com Iadalina Tayano, que nos relata a história.
Nessa época, o desenvolvimento  estava em franca expansão, o patrimônio crescia e estava totalmente e devidamente registrado na comarca de Rosário Oeste, sendo posteriormente transferido para Barra do Bugres, ao qual o município de Tangará da Serra se vinculou.
Carlos Tayano participou ativamente, inclusive no sim ou não para que Tangará da Serra passasse a ser município, saindo vitorioso, quando isso ocorreu pelos idos de 1975.

Homenagem

O desenvolvimento era célere e houveram então, o registro de candidaturas a prefeito e vereadores por Tangará, quando foram eleitos, a prefeita Thais e o vice, Pedro Alberto Tayano.
O pai (Carlos) acompanhava maravilhado o crescimento de seu sonho, e as conquistas do povo que lutava diuturnamente por uma Tangará maior, melhor e feliz, mas no ano de 1978 o fôlego de vida cessou, época também em que seus negócios, venda do lotamento sofreu forte impacto, bem como toda a família.
Por imensos serviços prestados a Tangará da Sera e região, Carlos Tayano foi homenageado e seu nome eternizado. Por tamanho amor ao Progresso, nascido de seu sonho, a rodovia que corta o distrito leva seu  nome,  para que todos saibam que aquele local é fruto de lutas, conquistas, desejos e esperança de dias muito melhores.

>> Rosi Oliveira - Especial DS




Compartilhe:


notícias da editoria
19/08/2017 - Lenilse – esperança e realizações firmam os passos da educadora
Ao lado dos filhos, amores eternos
12/08/2017 - Gastão Lourenço de Lima, o homem que tocou as nuvens
Gastão nasceu no dia 04 de outubro de 1945
21/07/2017 - Manoel Leal, o matogrossense que repousou em Tangará
Manoel Leal e esposa Maria da Silva
08/07/2017 - Pedro Ferreira de Lima, exemplo de caráter e firmeza
Pedro Ferreira de Lima
24/06/2017 - Dona geralda: entretantos, a esperança
Geralda Serafim
10/06/2017 - José Luiz de Souza, o servo vencedor de distâncias
José Luiz de Souza
03/06/2017 - Idalina Sueza Tayano, exemplo de vivacidade
Natural de São Paulo, Idalina Tayano mora em Tangará da Serra há 40 anos
12/05/2017 - Maria José de Matos: Uma portuguesa dura de coração mole
Maria Matos e seu filho João
29/04/2017 - Maria José Freire Duarte - Guerreira que adotou Tangará como mãe
Maria José e a filha Cristiane Freire Duarte
08/03/2017 - Francisco Bernardo do NascimentoCearence, lavrador e líder comunitário
Francisco Bernardo do Nascimento, conhecido como Franco, natural de Porteira, Ceará. Nasceu em 28 de novembro de 1943. É o segundo filho do casal Bernardo e Lourdes. Ajudou os pais a trabalhar para sustentar os dez irmãos e alguns primos que sempre vivera
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
21/09/2017 - GERAL
Audiência discutirá instalação de hidrelétricas no Rio Formoso

21/09/2017 - GERAL
Lions Clube Tangará se prepara para plantio de 800 árvores

21/09/2017 - CULTURA
Segunda edição do ‘24 Horas de Cultura’ acontece em outubro

21/09/2017 - GERAL
Supera Ginástica para o Cérebro realiza palestras sobre Alzheimer

21/09/2017 - GERAL
Encontro Nosso Leite acontece hoje em Tangará da Serra

21/09/2017 - GERAL
Deputado acompanha início das obras da MT 339

21/09/2017 - GERAL
Univag promove oficinas de linguagens

21/09/2017 - GERAL
OAB-MT propõe estudo para criação de varas especiais para idosos

21/09/2017 - ESPORTES
FMF marca o arbitral do Mato-grossense de 2018

21/09/2017 - ESPORTES
Pequenos Atletas buscam parcerias para novos uniformes

21/09/2017 - ESPORTES
Tangaraenses conquistam grandes resultados no ciclismo

21/09/2017 - POLÍCIA
Arcanjo chega à sede da Justiça Federal para depor em ação

21/09/2017 - POLÍCIA
Acusado de agiotagem é preso com pistola e 400 munições

21/09/2017 - POLÍCIA
Homem é preso por tentar estuprar uma jovem, que reage

21/09/2017 - POLÍCIA
Secretário de Segurança é afastado do cargo e será monitorado

20/09/2017 - GERAL
Meio Ambiente promoverá ações em comemoração ao Dia da Árvore

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso