BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 19 de janeiro de 2018.  
Tangará da Serra - MT


Em 07/04/2017
Tributarista explica cruzamentos de dados no IR


O cruzamento inclui a troca de informações


Todo ano, o Fisco realiza a atualização dos dados do contribuinte em seu banco de dados, permitindo a consulta e comparação com os dados da nova declaração de imposto de renda. A advogada tributarista Mara Denise Poffo Wilhelm, alerta que, caso seja encontrada alguma irregularidade, em comparação aos dados do ano anterior, é expedida uma notificação de que há dados incompatíveis na declaração de imposto de renda apresentada. Mas, poucas pessoas conhecem como esse processo funciona na prática.
Mara explica que o cruzamento de dados inclui a troca de informações prestadas por empresas, instituições financeiras, operadoras de cartão de crédito, planos de saúde, médicos, dentistas, cartórios e imobiliárias. “Todas elas são obrigadas a entregar declarações para o Fisco, contendo os dados do contribuinte (CPF) e os valores das referidas transações, sob pena de multas”, alerta a especialista.
As declarações enviadas por diversos órgãos/instituições são confrontadas com as declarações do imposto de renda no banco de dados, sem ter necessidade de qualquer conferência humana dos fiscais. Em seguida, Mara explica que são emitidas as notificações ou o bloqueio dos valores passíveis de restituição do imposto de renda. Confira as declarações que são determinantes no cruzamento de dados da Receita Federal:
Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (DMED) - Documento obrigatório para pessoa física e jurídica que seja prestadora de serviço do ramo da saúde. “Na DMED são informados todos os valores recebidos de pessoas físicas e dados cadastrais, em decorrência de pagamento pela prestação de serviços de saúde, plano privado e assistência à saúde” descreve Mara.  Essas informações vão para o banco de dados da Receita Federal e são cruzadas com o imposto de renda de pessoa física. “Portanto, ao efetuar sua declaração de imposto de renda, não é possível utilizar recibos médicos de terceiros, de anos anteriores, majorar valores, lançar despesas de quem não é dependente. Havendo valores divergentes, o crédito terá que ser explicado”, enfatiza Mara.
Declaração de Imposto Retido na Fonte (DIRF) - Documento apresentado pela fonte pagadora, sejam empresas ou contratantes, quando se referir a serviços prestados por autônomos.
Já a Declaração de Informação sobre Atividades Imobiliárias (DIMOB) deve ser apresentada pelas pessoas jurídicas e equiparadas que comercializaram imóveis que construíram, lotearam ou incorporaram para comercialização; que intermediaram aquisição, alienação ou aluguel de imóveis ou realizarem sublocação de imóveis; bem como aquelas constituídas para a construção, administração, locação ou alienação do patrimônio próprio, de seus condôminos ou sócios.
A Declaração sobre Operações Imobiliárias é apresentada exclusivamente pelos Cartórios, que informam à Receita Federal todos os documentos que foram registrados oriundos de transações e compra e venda, com os valores exatos dessas operações. As operações abrangidas nessa declaração incluem: inventários, arrematações judiciais, imóveis que forem dados como garantia em alienação fiduciária, ou seja, todas as transações imobiliárias. “A DOI juntamente com a DIMOB são importantes ferramentas para cruzamento de dados, razão pela qual, merece atenção redobrada do contribuinte para apuração do ganho de capital, ou lançamento correto de suas receitas”, destaca Mara. Há ainda a Declaração de Informações sobre Movimentação Financeira; Declaração de Operações com o Cartão de Crédito.
Além das diversas declarações, a Receita Federal ainda conta com informações oriundas dos órgãos públicos municipais, estaduais e também federais, que trabalham de forma conjunta quando detectam irregularidades em um contribuinte, avisando os demais órgãos federados para a fiscalização.


>> Sabrina Santos - Presse Comunicação




Compartilhe:


notícias da editoria
09/01/2018 - Menos de 10% dos eleitores de Tangará fizeram cadastro biométrico
A coleta de dados biométricos em Tangará iniciou em 2016
04/01/2018 - Rogério Silva defende atenção às oportunidades
Vereador destaca boas possibilidades para demandas
02/01/2017 - Executivo anuncia novo Secretário de Assistência Social
Rodrigo Costa assume a função de forma interina em substituição à Aguinaldo Garrido
29/12/2017 - Parlamentar confirma empenho de verba para iluminação de avenidas
Rogério Silva e Ministro Elder Barbalho, da Integração Nacional: Confirmação de empenho de R$ 3 milhões
27/12/2017 - Parlamentar trabalhou na obtenção de recursos para região de Tangará
Rogério Silva assumiu em julho a vaga do deputado Valtenir
22/12/2017 - Mais dois prefeitos de MT receberam ameaça de morte, diz AMM
Prefeito de Colniza, Esvandir Mendes (PSB), foi executado semana passada
22/12/2017 - Com projetos polêmicos, Câmara realiza 20ª Sessão Extraordinária
Um dos projetos buscava regulamentar o pagamento de 13º salário e terço de férias para prefeito, vice e vereadores
21/12/2017 - Justiça suspende decreto que alterava lei do 13º salário dos servidores
Decreto foi promovido pelo Executivo Municipal
21/12/2017 - Receita de Mato Grosso em 2018 será de R$ 20,3 bilhões
ALMT encerra 2017 com Lei Orçamentária aprovada para ano seguinte
20/12/2017 - Justiça suspende efeitos de decreto do prefeito que alterava lei do 13º salário dos servidores

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19/01/2018 - GERAL
Ata de usucapião é entregue à comunidade rural

19/01/2018 - GERAL
Valor da taxa de lixo é o dobro do cobrado pelo consumo de água

19/01/2018 - EDUCAÇAO
Tangaraense orienta como estudar na Europa

19/01/2018 - EDUCAÇAO
Processo Seletivo do IFMT acontece domingo

19/01/2018 - ESPORTES
Final da Copa Saturnino Acontece na noite desta sexta, 19, na Chácara

18/01/1996 - POLÍCIA
Força Tática divulga balanço de produtividade em 2017

18/01/2018 - POLÍCIA
Homens entram pelo telhado e furtam capela em Diamantino

18/01/2017 - EDUCAÇAO
Concurso Público do Secitec destina 16 vagas para Tangará

18/01/2018 - EDUCAÇAO
Orçada em R$ 3.499.411,43, obra começará em 15 dias

18/01/2018 - GERAL
MP requer melhorias no transporte coletivo de Tangará

18/01/2018 - POLÍCIA
PJC busca testemunha para elucidar morte de travesti

18/01/2018 - GERAL
Advogado consegue anular matrícula de imóvel em ação bilionária

17/01/2018 - ESPORTES
Aos 56 anos, morre Cerezo, pioneiro do esporte tangaraense

17/01/2018 - POLÍCIA
Menor desacata guarnição durante abordagem

17/01/2018 - GERAL
Acits inicia sorteio da campanha de Natal

17/01/2018 - EDUCAÇAO
Seduc assina ordem de serviço para a construção de escola no Tarumã

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso