BUSCA DE NOTÍCIAS:
  Tangará da Serra, 16 de janeiro de 2018.  
Tangará da Serra - MT


Em 12/04/2017
“Precisamos de uma sociedade com um novo pensamento”, diz promotor


O evento reuniu especialistas regionais e nacionais na área de combate aos crimes contra a ordem e erário públicos


O combate à corrupção foi o tema em destaque no primeiro dia de palestras da Parecis SuperAgro – feira de agrotecnologia que acontece no Parque “Odenir Ortolan”, em Campo Novo do Parecis até esta quarta-feira, 12.
O evento reuniu especialistas regionais e nacionais na área de combate aos crimes contra a ordem e erário públicos, durante o painel “Justiça Contra a Corrupção”. De acordo com o promotor de Justiça Fabio Galindo, que é ex-secretário de Segurança do Estado e atualmente ocupa o cargo de subcorregedor Nacional do Ministério Público, em Brasília, o sistema brasileiro penal não está ajustado para o combate à corrupção de maneira adequada e eficiente. “Sinto-me frustrado. Eu começo uma operação, ofereço denúncia e o resultado final de condenação e devolução ao estado é pífio. Quase zero. Contudo, vale ressaltar que a Operação Lava Jato é marcante pelo momento histórico em que ela acontece, pois conseguiu traduzir toda essa insatisfação social com a corrupção. Precisamos criar uma sociedade com um novo pensamento para que se construa uma nova sociedade e tempo”, ressaltou.
Conforme explicou o procurador da República, Douglas Fischer, ex-coordenador da Operação Lava Jato, os nossos sistemas não são transparentes – inclusive, o país figura em 76º lugar no ranking de transparência mundial. “Precisamos modificar isso. Da mesma forma, precisamos mudar a visão que o brasileiro tem em relação à ’vantagem’. A corrupção atinge todos os segmentos da sociedade. Atinge também os produtores rurais. Precisamos de melhorias legislativas, pois elas serão fundamentais para irmos atrás desses crimes e combatê-los”, ponderou Fischer.
Durante o painel, o procurador-geral do Estado de Mato Grosso, Rogério Gallo, destacou que é preciso estar sempre vigilante, tendo em vista que episódios de corrupção vão continuar ocorrendo no país.  “A Procuradoria Geral do Estado – bem como os demais órgãos –  servem como um front de batalha para evitar que novos casos aconteçam”, enfatizou Gallo.
Já o subprocurador-Geral Fiscal do Estado de Mato Grosso, Leonardo Vieira de Souza, ressaltou que “antes ninguém enxergava a luz no fim do túnel, mas bastou vir pessoas de coragem para mudar a realidade – que, por sua vez, foram impulsionadas pela própria sociedade”.
WILLIAM WAACK – No período da manhã, o jornalista William Waack  também falou sobre corrupção durante sua palestra que fala sobre “Cenários Econômicos e Políticos: Onde Estamos e Para Onde Vamos?”.
Ele disse que é preciso desfazer um nó-político. “Quando falamos que tudo no país depende da decisão política, estamos falando da resposta política para questões sociais e econômicas muito sérias. Contudo, precisamos desfazer um nó-político, que envolve a necessidade de se ter líderes e de descrédito por conta da corrupção”. William destacou que a operação Lava Jato impôs transformações ao sistema político brasileiro.

>> Assessoria




Compartilhe:


notícias da editoria
09/01/2018 - Menos de 10% dos eleitores de Tangará fizeram cadastro biométrico
A coleta de dados biométricos em Tangará iniciou em 2016
04/01/2018 - Rogério Silva defende atenção às oportunidades
Vereador destaca boas possibilidades para demandas
02/01/2017 - Executivo anuncia novo Secretário de Assistência Social
Rodrigo Costa assume a função de forma interina em substituição à Aguinaldo Garrido
29/12/2017 - Parlamentar confirma empenho de verba para iluminação de avenidas
Rogério Silva e Ministro Elder Barbalho, da Integração Nacional: Confirmação de empenho de R$ 3 milhões
27/12/2017 - Parlamentar trabalhou na obtenção de recursos para região de Tangará
Rogério Silva assumiu em julho a vaga do deputado Valtenir
22/12/2017 - Mais dois prefeitos de MT receberam ameaça de morte, diz AMM
Prefeito de Colniza, Esvandir Mendes (PSB), foi executado semana passada
22/12/2017 - Com projetos polêmicos, Câmara realiza 20ª Sessão Extraordinária
Um dos projetos buscava regulamentar o pagamento de 13º salário e terço de férias para prefeito, vice e vereadores
21/12/2017 - Justiça suspende decreto que alterava lei do 13º salário dos servidores
Decreto foi promovido pelo Executivo Municipal
21/12/2017 - Receita de Mato Grosso em 2018 será de R$ 20,3 bilhões
ALMT encerra 2017 com Lei Orçamentária aprovada para ano seguinte
20/12/2017 - Justiça suspende efeitos de decreto do prefeito que alterava lei do 13º salário dos servidores

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
16/01/2018 - ESPORTES
Tangaraense Ricardo é apresentado no Braga de Portugal

16/01/2018 - EDUCAÇAO
Matrícula web para novos alunos da rede estadual começa hoje

16/01/2018 - GERAL
CNH digital passa a vigorar no próximo mês

16/01/2018 - GERAL
Lions Clube realiza plantio de 150 mudas de árvores

16/01/2018 - GERAL
Vacinação contra febre aftosa atinge 99,7% em Mato Grosso

16/01/2018 - GERAL
Estrada ruim deixou moradores sem coleta de lixo

16/01/2018 - ESPORTES
Após congresso técnico, Copa Zé Bode tem chaveamento definido

16/01/2018 - POLÍCIA
Delegado é homenageado pela Assembleia Legislativa

16/01/2018 - POLÍCIA
PM de Nova Olímpia faz prisão por tráfico e por embriaguez

15/01/2018 - EDUCAÇAO
Venda de materiais escolares cresce em Tangará

15/01/2018 - CULTURA
Cultura atenderá mais de 5 mil crianças neste ano em Tangará

15/01/2018 - CULTURA
Sarau Cultural e Arraiá da Serra serão remodelados

15/01/2018 - CULTURA
Com obras finalizadas, Teatro Municipal será inaugurado

15/01/2018 - CULTURA
“A expectativa é superar as ações do ano passado”, afirma Parabá

15/01/2018 - GERAL
Usina de etanol beneficiará Tangará

15/01/2018 - EDUCAÇAO
Professor Vagner consegue retomada de obras

Jornal Diário da Serra - Todos os direitos reservados - O primeiro jornal on-line do estado de Mato Grosso